Confesso que comecei por não compreender o gosto incondicional das pessoas por tudo o que que vem do Oriente, mas acho que me fui rendendo aos poucos (e também deixando-me levar pela moda).

Gosto das artes do ikebana e sumi-e (quem me dera aprender as duas), da culinária, de alguns objectos de decoração, das roupas... e de velas inspiradas nos traços orientais, como estas que reproduzem um símbolo antigo de origem chinesa com diversos significados, que podem ser descobertos aqui.

2 Responses so far.

  1. muito obrigada pela visita
    passei a conhecer este lugar também e vou voltar mais vezes a estes pontos de luz

    abraço

  2. Sónia says:

    Além do fascínio por tudo o que é oriental, adoro a maneira como o transmites nas tuas velas, sempre com MUITO gosto!
    Ainda vais ter uma surpresa em relação ao ikebana ;)